HOME 1    portugu√™s    HOME 2


Especiarias orientais: frutadas, suaves a fogosas

As especiarias coloridas e aromáticas do Oriente convidam-no para um festival dos sentidos. Já no século VII, os marinheiros trouxeram-nos até nós no Ocidente. Eles viveram um período "alto" nas cozinhas dos mosteiros e na naturopatia da Idade Média. Muitos deles são bem conhecidos por nós, alguns ainda estão por descobrir. Transformam mesmo as simples lentilhas, feijões ou grão-de-bico em deliciosos pratos de degustação.

A pimenta aquece e é boa contra pés e mãos frias. A pimenta contém piperina, um ingrediente activo especial que reduz a febre e ajuda nas constipações em geral.

Muitas pimentas são ricas em vitamina C e têm um efeito antibacteriano. A sua agudeza desencadeia por vezes uma sensação semelhante à dor, que liberta as próprias substâncias do corpo, o que traz relaxamento e calor reconfortante.

O cravo relaxa e ajuda a combater dores de cabeça e dores de dentes. Mastigar um cravo remove até mesmo o mau hálito teimoso.

O pimento, também conhecido como pimento, sabe a uma mistura de cravinho, pimenta, canela e noz-moscada, ou seja, picante, doce ao mesmo tempo.

São Hildegard de Bingen já usava noz-moscada contra estados depressivos de humor. Ela recomendou rolos de noz-moscada picante de espelta doce aos seus pacientes melancólicos.

Mace (Macis), a camada vermelha da semente da noz-moscada, tem um sabor mais suave e picante e é também mais valiosa porque apenas 1 kg de maças cai sobre 400 kg de noz-moscada.

A canela aquece por dentro e é suposto criar um equilíbrio mental. O seu efeito regulador do açúcar no sangue, com o qual a canela tem um efeito preventivo contra a diabetes no adulto, tem sido pesquisado.

Na Idade Média, consideravam os coentros um afrodisíaco. O elevado teor de óleos essenciais ajuda nas perturbações do estômago e dos intestinos e tem um efeito calmante sobre os nervos.

O cardamomo é como os coentros. A melhor maneira de preservar os óleos essenciais e o sabor é retirar as sementes das cápsulas encapsuladas imediatamente antes da sua utilização e esmagá-las num almofariz.

O curcuma é tão amarelo como o açafrão, a mais cara de todas as especiarias. O curcuma sabe a gengibre e tem um efeito estimulante na digestão, no coração e na circulação. Em contraste, o açafrão, como uma noz-moscada, suporta o bom humor.

O gengibre tem um sabor frutado e picante e é considerado o "fogo divino" entre as especiarias do Oriente. É suposto trazer equilíbrio ao desequilíbrio interior e tem também um efeito de aquecimento.

O cominho não tem nada em comum com o cominho que conhecemos. É a "principal especiaria" da cozinha oriental, apoia as actividades digestivas e estimula o apetite.

O anis estrelado dá aos pratos uma nota semelhante à do anis. Ajuda contra a flatulência, alivia a irritação da tosse e é expectorante.

Autor: Brigitte Neumann

Impresso       Privacidade     Imaginens: www.pixabay.com